Rolamentos Que Não Oxidam

O rolamento oxidado é um problema muito comum em máquinas e outros mecanismos que trabalham em ambientes com materiais corrosivos, como ácidos e outros produtos químicos.

Um rolamento danificado pode vir a prejudicar o funcionamento do maquinário e, a longo prazo, atrasar a produtividade do ambiente corporativo ou até mesmo causar um acidente de trabalho com a parada brusca de uma máquina com rolamento defeituoso.

Um rolamento tende a oxidar por causa do tipo de material que é usado para a sua fabricação. Neste artigo, vamos abordar os diferentes tipos de materiais existentes no mercado, e também será mostrado os materiais que não oxidam mesmo sob corrosão vinda de certos produtos.

Rolamento de aço cromo

O aço cromo é o material mais usado para a fabricação de rolamentos devido a sua alta durabilidade e por suportar altas cargas. Todavia, é um material que enferruja conforme as condições de uso. Então, é fácil encontrar um rolamento oxidado feito de cromo quando o mesmo é usado em um ambiente não apropriado para ele.

Rolamento de cerâmica

A cerâmica é um material que não oxida e é tão forte quanto o aço. As vantagens de se usar um rolamento de cerâmica são:

  • Resistência a altas temperaturas (até 500 graus Celsius);
  • Uso menor de lubrificantes;
  • Não-magnético;
  • Não-condutor;
  • Menos desgaste;
  • Menor fricção;
  • Suporte a altas rotações.

Os rolamentos de cerâmica são geralmente usados em fornos, indústria alimentícia e indústria química, já que, como citado anteriormente, este material consegue suportar temperaturas bem elevadas.

Rolamento de plástico

O plástico é um material barato e leve. A praticidade deste material permite criar rolamentos para serem usados nas indústrias químicas, alimentícias, de bebidas e onde se é difícil fazer a manutenção apropriada do maquinário onde os rolamentos estão inseridos.

Os pontos positivos do rolamento de plástico são:

  • Leveza;
  • Lubrificação desnecessária;
  • Resistência química elevada;
  • Resistência à corrosão;
  • Baixa fricção;
  • Não-magnético.

Rolamento de aço inox

Como explanado anteriormente, o aço é o material mais utilizado na fabricação de rolamentos. Todavia, ele tende a oxidar, não sendo recomendado para certos tipos de aplicações.

Apesar do fator da corrosão, muitas pessoas ainda preferem o aço por causa da sua durabilidade elevada e por aguentar bastante carga de trabalho. Então, para se evitar que surja um rolamento oxidado durante o seu uso, existe a linha em aço inoxidável.

O aço inox mais comum entre os rolamentos é o inox 440. A vantagem do aço inox 440 é sua alta resistência, mas ainda assim ele pode se oxidar conforme a sua aplicação.

Também existe o aço inox 316: ele não oxida, mas é um material mais mole, difícil de usinar, e é mais usado com cargas mais baixas, já que não tem o mesmo suporte como o aço inox 440.

No geral, as principais qualidades do rolamento de aço inox são:

  • Boa resistência a altas temperaturas;
  • Boa resistência a corrosão;
  • Dureza elevada;
  • Vida útil mais longa.

O rolamento de aço inox é usado em ambientes onde há lavagem constante, em ambientes com uso de fortes produtos químicos e também nas indústrias naval e marinha, dentre outras aplicações.

 

Conclusão

Neste artigo, você conheceu os diversos materiais usados para se fabricar um rolamento. Viu os materiais que deixam um rolamento oxidado e outros que resistem bem à corrosão. Você também aprendeu as vantagens de cada material e suas principais aplicações na indústria.

Se você gostou deste artigo e deseja deixar a sua opinião, por favor use o espaço abaixo para compartilhar o seu comentário. Você pode escrever um elogio, uma sugestão, uma dúvida ou até mesmo uma crítica.

Post Author: Rolamentos e Esferas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *