Falha em rolamentos

Neste artigo vamos falar sobre as causas mais comuns para as falhas dos rolamentos.

Um rolamento que falha prejudica a linha de produção, gera atrasos, custos, e pode até danificar as máquinas.

É muito importante identificar o que provocou a falha antes do fim de sua vida útil para corrigir o problema e evitar transtornos futuros.

Algumas das principais causas são listadas a seguir, lembrando que mais de uma pode ocorrer simultaneamente.

 

Lubrificação Imprópria

A falta de lubrificação ou o uso de lubrificantes inadequados normalmente causam um super aquecimento ou desgaste excessivo do rolamento.

Às vezes o lubrificante correto é utilizado mas ele acaba vazando, sendo necessário rever qual o tipo de vedação ideal.

Há graxas próprias para altas rotações, altas temperaturas, baixo ruído, etc. Às vezes a graxa correta foi escolhida mas foi aplicada incorretamente.

A lubrificação incorreta é responsável por mais de 36% das falhas precoces em rolamentos.

SKF

 

Escolha Inadequada do Rolamento

Quando trocamos um rolamento, tentamos seguir as especificações originais do fabricante da máquina e comprar o mesmo rolamento original. No entanto, às vezes não é possível encontrar no mercado o rolamento idêntico às especificações sendo necessário utilizar um equivalente.

Quando o rolamento é bem básico é possível trocá-lo sem preocupações. Mas há aplicações que exigem rolamentos super específicos – Folga correta, material do separador, da graxa, blindagem especial (sem contato/outro material), precisão, pré-carga, tratamento térmico, esferas em cerâmica, etc etc.

São inúmeras as variações possíveis.

E se não é possível verificar o código da peça original, as chances de escolher um rolamento que não é exatamente equivalente são bem altas.

Outro problema de escolha inadequada aparece muito em novos projetos. Às vezes o projetista esquece de considerar alguns fatores que atrapalham no funcionamento do rolamento, como:

  • Ambiente sujo/poeira
  • Temperatura ambiente
  • Corrosão
  • Dificuldade de manutenção
  • Correntes elétricas
  • Forças atuantes sobre o rolamento
  • Tolerância do eixo

 

Cada um desses fatores exige uma adequação do rolamento à aplicação.

 

Montagem Inadequada

Os rolamentos são normalmente montados por pressão ou por expansão térmica.

Na montagem é importante utilizar as ferramentas corretas e verificar as tolerâncias do eixo e do alojamento. Se o encaixe for muito apertado, cria-se muita pré-carga. Se for muito solto, gera-se pouca pré-carga, o que pode fazer com que o eixo gire em falso. Também é importante evitar problemas de alinhamento.

Na montagem por pressão nunca se deve colocar a força sobre os elementos rolantes (esferas/roletes).

 

Fonte: http://www.mitchellinstrument.com

 

Defeitos de Material e Erros de Fabricação

Apesar de ser muito raro com a tecnologia atual, e como todos os rolamentos passam por testes de qualidade, ainda é possível que a falha do rolamento seja decorrente de algum erro de fabricação

Nesses casos, deve-se remover a peça e enviar de volta ao fabricante para obter um laudo de avaliação e verificar o que provocou a falha.

Neste ponto também é essencial verificar a procedência do material, e tomar precauções para evitar rolamentos falsificados.

 

Fonte:

http://www.skf.com/br/products/lubrication-solutions/lubricants/index.html

https://www.schaeffler.com/remotemedien/media/_shared_media/08_media_library/01_publications/barden/brochure_2/downloads_24/barden_bearing_failures_us_en.pdf

Post Author: Rolamentos e Esferas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *